quinta-feira, 20 de abril de 2006

O que não aprendemos na escola.

O texo abaixo, escrito às 4 da manhã, certamente renderia uma nota 5 em redação. Mesmo assim, espero que ofereça alguma ajuda.

“Fazer parte de uma banda internacionalmente conhecida me fez entrar num mundo que, até então, eu desconhecia. Quando a gente tem uma banda, acredita nela, luta por ela, muitas vezes não sabe o que se passa por trás dos palcos, ou da produção de um disco, ou o quão trabalhoso é manter uma banda de sucesso funcionando. Era assim com o Karma. Nós éramos, em 2000, uma banda com um disco (Inside the Eyes) lançado por uma gravadora pequena, com pouca verba, mas com excelentes músicos e muita vontade de acontecer. É claro, isso não era o bastante.

Como muita gente já sabe, no início de 2001 fui chamado para entrar no Angra. Na época, o lado sonhador prevalecia sobre o lado profissional, e a possibilidade de que o Angra atrapalhasse o Karma me fez refletir muito, já que eu era fã da minha própria banda. No entanto, é claro que eu aceitei o convite, o que foi uma decisão mais do que acertada. Na primeira reunião que tive com a banda, já então completa novamente após a separação de 1999, a quantidade de informações que tive de absorver foi tão grande que mal conseguia lembrar a essência dos assuntos discutidos. Então me dei conta que, apesar de tocar baixo havia 8 anos, eu não sabia nada sobre o mercado musical.

Hoje em dia, depois de alguma água passada embaixo da ponte, eu considero que aprendi um pouco, uma parte ínfima do universo complexo de gravadoras, editoras, distribuidoras, empresários, viagens, licenças, contratos, porcentagens, direitos, taxas e impostos inerentes à vida de músico. A cada dia que passa eu aprendo alguma coisa nova. E, por mais que meus colegas mais experientes de banda tenham tido muita paciência pra me explicar o máximo que conseguiram, muitas coisas ainda ficaram incertas em minha cabeça. O que aprendi, de fato, foi na raça, errando e acertando (mais errando que acertando).

A lição mais importante que eu tirei de tudo isso é que não basta ser o melhor baixista do mundo se você não sabe gerir sua carreira. Por isso, em minhas aulas e workshops, procuro dedicar um tempo conversando com os alunos, pra que eles possam ir se preparando para o mercado, e se libertando dos mitos que rondam a profissão de músico. A minha dica inicial seria “leia o jornal” (que hoje em dia pode facilmente ser feito gratuitamente no computador se você acesso à internet), informe-se sobre os acontecimentos à sua volta. Aprenda a calcular juros e porcentagens, familiarize-se com planilhas de custos e receitas, aprenda a aplicar seu dinheiro, organize sua vida financeira (mesmo que você nem tenha renda fixa ainda), e você estará mais preparado para enfrentar o mercado do que eu estava em 2001.

Tudo isso parece muito frio e calculista por estarmos falando de uma arte tão intuitiva e bela como a música, mas infelizmente é necessário. Quanto mais profissional você se mostrar mesmo nas situações mais simples, mais chances terá de liderar em vez de ser liderado, e menos riscos correrá de ser passado para trás. Nunca assine um contrato sem antes levá-lo a um advogado competente, preferencialmente especialista no assunto. Nunca!!! Faça registros de quaisquer receitas ou gastos que tiver com sua banda, desde o xérox da capinha da demo até o correio pra enviar um CD. Mais tarde, isso fará uma enorme diferença, acredite.

Outro aspecto de suma importância numa banda é a comunicação. Onde a comunicação é falha, problemas surgirão. A clareza de idéias e ações deve ser a tônica das relações de uma banda. Nada como a franqueza para resolver as situações antes que elas se tornem insolúveis. Se você não gosta de alguma coisa, fale. De outro lado, saiba escutar o que os outros têm a dizer. Não tente ganhar as disputas internas no “grito”, procure o dialogo franco e aberto. Como reza a velha máxima, “uma banda é como uma família”. Se tudo der certo, você vai acabar vendo seus companheiros de banda muito mais do que sua própria família, namorada(o), amigos, etc. Qualquer semente de discórdia não resolvida hoje virá à tona no futuro, isso é certo como 2+2=4.

Hoje, estou aplicando todos os conceitos que aprendi ao longos desses 5 anos no Karma, a banda que deixei em 2001, e da qual agora faço parte novamente. Sinto-me muito mais maduro e capaz de liderar uma banda, e isso está começando a gerar frutos. Estou de volta à situação em que me encontrava antes entrar para o Angra, mas as minhas perspectivas são muito maiores, e um dos fatores de maior importância nesse sentido é saber conviver com as pessoas. As amizades e contatos que eu fiz com o Angra são os mesmos que estão ajudando o Karma agora. Ser uma pessoa agradável é o maior trunfo que você pode ter na mãos, pois nunca faltarão pessoas para te ajudar.

Em resumo, não se iluda. Não largue o emprego ou a faculdade se as coisas ainda não estão de fato acontecendo. Não acredite em nenhuma promessa de nenhum tipo até ver os resultados concretos aparecerem. Não dê dinheiro a ninguém que não conheça. Não é porque alguém se diz empregado da Sony, e que vai te lançar mundialmente, que você vai largar tudo. Existem muitas pessoas mal-intencionadas por aí. Seja desconfiado, sem ser chato. Já cansei de ver amigos meus largarem tudo por uma promessa vazia, e depois terem de vender seus próprios instrumentos pra cobrir os prejuízos e o calote que tomaram. Eu vejo isso todos os dias. E ao mesmo tempo, não me sinto no direito de acabar com os sonhos das pessoas, porque eu sei como é sonhar. Ao mesmo tempo, agarre todas as oportunidades, e dê sempre o seu melhor. Um dia você poderá descobrir que ser músico não se limita a ter uma banda com músicas próprias, e que existem inúmeras alternativas. Seja o melhor que puder, seja versátil, seja profissional, tenha sua mente aberta e você terá muito a oferecer para o mercado.”

32 comentários:

Augusto - Appocalipse Cry disse...

Faaaaaaaala Felipe... como se tá???
Ou, foi mto foda o shwo de vcs aqui em Itatiba... e minha banda aind apode abrir... foi mto bacana mesmo cara... e as palhetas q eu te dei??
Guardo ai uahuahuahuaua!!!
BOm, esse ano axo q agente se fala na Expo Music pra varia auhuahuaha aquele abraço!!!
T+

PS: Se vc tive Msn e Orkut... me add aê:
Orkut: Augusto Piovani
Msn: appocalipse_cry@hotmail.com

SAtansemdente_ disse...

bora felipe blz kra?
kra esse papo todos conhecem...
mas dae vem aquela velha barreira
dq musico tem q fazer musica apenas com o amor e por amor..
nao por negocio e bla bla bla bla..
vc deve conhecer esta historia neh verdade??
eh isso ae
vlw kra
ateh o proximo post
:D

SAtansemdente_ disse...

bom se quiser me add no msn tb
thiagocost@hotmail.com
:P

Renata disse...

eai Felipe blz?
gostei do q escrveu, foi legal de uma forma convincente.

se tiver msn me add blz
msn: natinha_rosendo@hotmail.com

orkut: Renata Rosendo Veríssimo

gosto muito d vc

bj

JB disse...

Opa adoro vc andreoli, toca baixo que nem um loco (hehehe) quero algum dia tocar baixo que nem você. Estou me esforçando!!

Rodrigo Souza disse...

valeu Felipe Andreoli pelo esforço de criar esse blog e arranjar um tempo nos seus dias, tenho certeza, muito lotados, admiro muito seu trabalho e acho que você provou que merece ser uma pessoa admirada também. Obrigado pela dedicação, com seus fãs e a seriedade com o seu trabalho.
Abraços.

rodri.ss@gmail.com

Ranison Plinio disse...

Fala MESTRE ANDREOLI!!!!

cara, é uma grande certeza a pessoa ter SABEDORIA para administrar uma banda... principalmente quando a mesma naum tem uma liderança certa. fica muito dificil de se chegar ao concenso. mais é isso ai, tem que ter acima de tudo SABEDORIA, amor a musica. e como vc mesmo diz.. e que é uma pura verdade.... estar sempre preparado para enfrentar as dificuldades que o merdado musical vem a te mostrar..
é isso ai..
Te + Mestre!!

ranisonbass@hotmail.com

Gy disse...

Olá Felipe,estava no chat da UOL hoje(dia 20,aqui provavelmente irá marcar dia 21,pos ja passa da meia noite) ,perguntei sobre um cd solo seu,voce mandou o link do blog,então aqui estou eu =)

Muito legal seu blog,é realmente importante as pessoas saberem que por traz da banda existe toda aquela burocracria,toda aquela complicação,é facil falar que a banda "faliu" pq não tocavam nada,sei que o que você falou realmente acontece muito por ai.

Sou baixista também,estou bem no começo(tenho 1 ano de aula),adoraria fazer aula com você,mas estudo o dia inteiro e moro em Santos,o unico dia possivel seria sabado,e imagino que você não de aula sabado devido aos shows e tals.Então espero um workshop seu aqui em Santos.

Ja votei la na enquete ;D
Beijão!

Pedro disse...

Grande crítica ao dilema que artistas e sonhadores profissionais tem a respeito de suas criações. Não se vender ao mercado, mas saber dominá-lo.

Estou adorando o blog, serei um assíduo frequentador. Abraços Felipe.

Fay C disse...

Olá Felipão!!!
Poxa, que legal teu Blog!!!

Hehe, fiz uma cacáca, que ao invés de comentar aqui, te mandei e-mail... Eta coisa mais tosca!

Pow, que lição tu deu com essas palavras!!! Eu mesma cantei durante 7 anos, e nunca tive a MÍNIMA idéia, e/ou não tive a mesma sorte que tu, de alguém me explicar as coisas desse mundo da música...
É brabo.

Mas tuas palavras ensinam!!! Se não ensinam tudo o que um músico precisa saber, ensinam as pessoas a serem inteligente e jamais desistir dos ideais!!!

Obrigada por tudo!!!Um grande beijo!!!

Fay C disse...

Olá Felipão!!!
Poxa, que legal teu Blog!!!

Hehe, fiz uma cacáca, que ao invés de comentar aqui, te mandei e-mail... Eta coisa mais tosca!

Pow, que lição tu deu com essas palavras!!! Eu mesma cantei durante 7 anos, e nunca tive a MÍNIMA idéia, e/ou não tive a mesma sorte que tu, de alguém me explicar as coisas desse mundo da música...
É brabo.

Mas tuas palavras ensinam!!! Se não ensinam tudo o que um músico precisa saber, ensinam as pessoas a serem inteligente e jamais desistir dos ideais!!!

Obrigada por tudo!!!Um grande beijo!!!

Cristina disse...

Oi Felipe, tudo bem?
Muito legal ter encontrado um blog seu! tá de parabéns!
Estive no Show do Aramaçã há menos de 2 semanas (09/04), eu estava com uma outra japa (minha prima) bem pertinho do palco, do seu lado (não a do Kiko) e em frente das caixas de som que estavam me deixando surda!!! rsrsrs
Adorei o show, adorei todos vcs!
Só hj eu vi que vc e o Rafael estavam no chat da UOL ontem, pena que não consegui falar com vocês...

Qq coisa... cristina_kuguio@hotmail.com

Beijos e um ótimo show em Recife amanhã!

Michely disse...

Oi Felipe.
Muito legal perceber todo o seu crescimento dentro e fora dos palcos, principalmente seu desejo de aprender todo esse lado administrativo.Adorei o que você escreveu, uma verdadeira aula para quem está em busca do sucesso...
Beijo,
Michely.

thiago disse...

Aê Felipe! Seu blog está muito bacana e acredito que ficará melhor ainda com o passar do tempo.
Eu nunca imaginava que para ser músico tem que ter uma noção de finanças e esta história de calotes (musicais) é o que vem acontecendo demais no nosso país, provenientes desses programas de calouros (que por sinal são sempre a mesma coisa).
A respeito do Angra, ouvi dizer que o próximo álbum será lançado no segundo semestre deste ano, isto é verdade?

Desejo muito sucesso na sua carreira (tanto no Angra como no Karma) e vamos em frente!

Abraços!

Thiago Cardoso
Curitiba - PR
thiagocardoso89@gmail.com

Moraes disse...

Cara, adorei essa sua iniciativa de criar um blog onde é vc mesmo que posta as suas idéias, seria ótimo se todos os músicos que admirio pensassem desse jeito, e é muito bom ouvir conselhos de alguém como vc que tem experiências nessa área, concerteza vou aproveitar muita coisa do texto acima, seu blog ta de parabéns, siga assim Felipe, pois sei que vc ainda tem muito a oferecer pro mercado musical.
Se vc quiser dar uma passada no meu blog ficaria muito grato: metallaw.weblogger.terra.com.br
Abraço
Luiz Mario Moraes

dAni disse...

Oláaa Felipe!!

Com toda minha sincera, maravilhoso o seu texto...cada palavra, vc pode ter certeza que pode ajudar mta gente, tanto de começar a tocar baixo, quanto de estar com pensamentos confusos em relação a não saber o que fazer!!

Demais seu texto, demais mesmo...todo sucesso pra vc, e continue com essa força de vontade que tu tem, e sempre querendo aprender mais...sorrisos contentes pra vc! :o)

Luigi Almeida disse...

Hey, Felipe... antes de mais nada, já estou com saudades de vcs tds do Angra... Sou de Lins... vcs fizeram um show fantástico em novembro de 2004, e vc cantou uma música do Karma, talvez se lembre... Eu fui um dos que estava conversando com o Kiko no Piano antes da tarde de autógrafos...

Passados esse momentos iniciais de nostalgia... Gostaria de parabenizá-lo pelo seu texto... Estamos iniciando o trabalho out-garage com nossa banda... E percebemos que não é difícil fazer uma banda... Difícil é mantê-la... Agradeço-lhe os conselhos... Estarei passando por aqui sempre que puder (e gostaria de que vc, caso fosse possível, respondesse no meu blog...)
Desde já, sucesso... Sou vocalista, mas meu instrumento favorito é o baixo, um dia ainda aprenderei a tocar... POr isso, espero ansiosamente pelo seu disco...
Abraços...
t+

Delano disse...

Grande Felipe!

Lembro muito bem que vc comentou e "advertiu" a galera sobre este assunto, no seu workshop aqui em Natal/RN. Creio que MUITA coisa aconteceu de lá pra cá e, consequentemente, vc aprendeu bastante.

Admiro suas palavras e seu posicionamento. Nem todo músico de sucesso perderia tempo expondo suas opiniões sobre tal assunto.

Não sou professor de português, mas daria uma NOTA 10 PRA SUA REDAÇÃO!

=)

Valeu e Muita Sorte, Felipe!

Daniel disse...

poxa..gostaria de parabeniza-lo por fazer parte de bandas exelentes
e por ser um baixista tão talentoso

a segunda parte do texto,pode parecer meio estranho é pra agradecer por criar essa forma de contato com os fãs,sei k a grande maioria esqueceria..mas ja que eu lembrei ta falado,

e agradecer pelas dicar k vc falou agora,eu sou baixista MTO iniciante mesmo e qualquer dica é valida principalmente de alguem que está no mercado a tanto tempo,

acho que ja falei de mais, nao sei se tem msn,orkut ou essas coisas..mas se tiver e estiver afim de conversar com um fã

hellrotik@hotmail.com

abraços

Felipe Martins disse...

vlw pelas dicas... com certeza elas ja estão salvas, ainda vou ler esse post umas 10vezes, pois realmente foi bem proveitoso, ainda mais sabendo que as dicas vem de uma fonte confiavel

Aproveitando a oportunidade gostaria de um apoio seu, tbm sou baixista, estudo a uns 2anos, mas gostaria que alguem mais experiente avaliasse como eu estou tocando, no que eu preciso melhorar... Naum possuo renda mto alta por isso naum tenho condições de pagar uma aula diretamente com vc... Ainda sou menor de idade moro com meus pais e minha unica renda eh a mesada...
deixo meu msn se vc tiver um tempo me add
phillipyomukuro@hotmail.com

meu orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=5027749260430789886

Dréh disse...

Fala Felipe...

o Bass-Hero preferido do Brasil...^^
eu como muitos por ai..cultivo o sonho de ser músico e viver de e para a música...
como jah li em vários lugares, isso não é nada fácil...x/
anotei todas as suas dicas, e pretendo fazer uso delas num futuro nem tão distante...

Sucesso.

Abrááá

Fernanda disse...

bah, acho que não renderia uma nota 5 não...

;D

bem legal o texto...
gostei mesmo...

^^

BJO

Sylvia Helena disse...

Olá Felipe. Já vi que seu blog vai ser quente... hehehe
Achei muuuuito interessante, e realistica algumas de suas abordagens neste post. E realmente, 90% dos músicos que não estão no mercado fonográfico ativamente, ou aspirantes a músicos, não tem a menor noção do que é isso!
Não imaginam, que o mercado fonográfico, é tão podre, corrupto, injusto, hipócrita e inescrupuloso, quanto qquer outra indústria e comércio. A diferença é que lida com algo tão lindo, que nem os "bussiness" conseguem estragar TOTALMENTE esta arte maravilhosa. Conseguem sim, criar um padrão, alterar pequenas coisas para se adaptar ao mercado, ou aos "interesses" do mercado, mas nunca estragar por completo.
Especialmente fans de metal, acham que por ser uma musica mais underground, menos visada pelo "show bussiness" a inescrupulosidade é menor, mas se enganam redondamente. Achei muito legal seu post, e a iniciativa de um blog!
Grande Abraço

Miguel Maia disse...

Olá, Felipe... Curti muito o teu workshow de ontem aki em Salvador, sou o maluco q te perguntou qnto à música q vc considera mais sua e se vcs iriam estar na Alemanha durante a copa e talz (vc naum deve lembrar)...
Pois sim, estou aki pra comentar teu texto... Cara, em termos de "dicas para futuros músicos" eu te dou nota 10! A maioria dos jovens (e isso naum me exclui de forma alguma) ao sonhar com um futuro próspero no universo da música acaba mergulhando de cabeça (literalmente) nessa idéia e acaba por correr muitos riscos... De certa forma devemos pensar que "viver de música" não difere nem um pouco de qualquer mercado de trabalho no qual devemos estar relativamente preparados pra encarar.
Bom, essa é a minha humilde opinião... Pode ser até em vão, mas aí vai mais um email de um fã seu q pretende manter um contato mais direto para discutir tabus como esse...

darckanjo_miguel@hotmail.com

Um abraço e muito Heavy Metal!!!

Érica disse...

Todo artista é sonhador.

Chego a pensar que um artista nunca deveria ser um profissional da arte, mas permanecer sempre como amador. É a idéia de trabalho, a necessidade de "sobreviver", que visa à praticidade, ao lucro acima de qualquer coisa.
Infelizmente, não dá pra ser assim. Deixemos, então, o idealismo de lado para nos adaptarmos a mais essa realidade ameaçadora. Melhor matar um sonho lindo do que morrer engolido pelo mundo cinzento do lado de fora.

Legal a idéia do blog, Felipe...

Ninguém =P disse...

Esse texto me serviu de exemplo pra muitas coisas. É uma teoria parecida com a minha, então resolvi comentar aqui...
Bom, como não me dou muito bem com palavras, nao vou conseguir escrever outro texto pra resumir minhas idéias!
Mas acredito que nos dias de hoje, são muito mais importante as lições que aprendemos fora da escola... coisas que conseguimos conquistar através de esforço e suor... e a conclusão que tiramos de algo a partir de nós mesmos e não a partir de idéias de outra pessoa!
Infelizmente não é possível confiar em qualquer um... e é muito difícil de realizar um sonho. Mas aí é só olhar pra frente e tentar!
Enfim... Valeu!

Ah, eu curti o blog =] Continue escrevendo, viu?

Riquelme disse...

axei mto legal essa sua ideia d criar um blog, esse eh um jeito d seus fãs( inclusive eu ) terem um contato melhor com seu idolo e keria dizer q vc foi o kra q + me influenciou a aprender a tokar baixo!!
E gostei do post pq vc deu varios conselhos e axo q sempre eh bom aproveita-los d uma pessoa q tem mais experiencia,o post me ajudo bastante.
E continue postando!

ranison plinio disse...

oww Andreoli, tinha postado ai anteriormente.. voltei só praixar pra vc e pra galera que curte.. a comunidade da tua musica CACTUZ!!!
essa musica eh siplesmente Show!!!!!!!

http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=11981339

Obrigado a todos!

Emmerson Mencato disse...

I ai Felipe blz, show de bola esse seu blog...kra meu primeiro show foi o do ANGRA aki em UBERLANDIA-MG, curti d+, a proposito nesse show q vc`s fizeram aki um colega meu seguro a paleta q tava na sua mao e sem kerer comecou a te pucha ...haha foi foda bom keria me descupar por ele sei q vc nau gosta de distribui paleta, mas é o minimo q um fa seu pode levar de um show. Estou ansioso para v comu é q vai ser o linha do baixo nesse novo cd.

falowww

Anônimo disse...

após ler esse coment mudei completamente meu conceito sobre o mundo...
creio q felipe tenha se tornado um consagrado músico não só pelo seu potencial artístico e também pelo seu caráter.
Abraços..
Murilo...
murilo_chop@hotmail.com

Lady in Darkness disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
caio disse...

Oi tudo bem cara?
nao leve esse comentario como qualquer outro de um fã mas...
Cara aquele seu solo junto com o kiko esta me motivando cada dia mais...
VC ta sendo minha inpiraçao...
sei que nao te conheço mas oque estou escrevendo é de coraçao...
Boa sorte pra vc cara...

se vc realmente leu isso aqui me mande um email pelo menos....

paniconomsn_sk8@hotmail.com